O Nubank é Seguro?

28 Apr 2019 14:40
Tags

Back to list of posts

<h1> TUDO A respeito de FRANQUIAS &amp; INVESTIMENTOS! </h1>

<p>O principal colunista do maior jornal do pa&iacute;s n&atilde;o sabe quantas pessoas leram seu post de anteontem. No entanto eu sei quantas me leem e sei que desta vez foi mais que o tradicional. Sei mais. Imagino quantos acessaram meu texto pelo Bubot, ferramenta que exerc&iacute;cio pra criar este artigo o hiperlink dos meus textos no Facebook e Twitter: 6581 pessoas.</p>

<p>Com o Bubot, consigo ver a velocidade com que este compartilhamento ocorre, minuto a minuto, se quiser, se for t&atilde;o inquieto. Imagino tamb&eacute;m quem compartilhou o texto com seus pr&oacute;prios seguidores no Twitter. Quem disse sobre o assunto ele nas m&iacute;dias sociais, quem pitacou o qu&ecirc; e, claro, quem citou neste local no respectivo web site. Est&aacute; tudo cadastrado e dei uma olhada panor&acirc;mica. Das pessoas que expressaram sua posi&ccedil;&atilde;o sobre o que escrevi, imagino quem aplaudiu, quem discordou com fortes ou fracos pretextos, e quem simplesmente &eacute; um besta. Como o texto chegou a tanta gente t&atilde;o r&aacute;pido?</p>

<p>Por&ccedil;&atilde;o pela for&ccedil;a do R7, que destacou o texto na sua homepage, e twittou o link. Cota pela minha pr&oacute;pria seriedade. Casal Triplicou Sua Renda Ap&oacute;s Largar Emprego Para Viajar O Mundo de, um pouco de prop&oacute;sito e um pouco por sorte, fui desenvolvendo minha pr&oacute;pria rede de relacionamentos pela internet. N&atilde;o segui nenhum manual como influenciar pessoas pela web.</p>

<p>N&atilde;o escolhi um assunto com o objetivo de permanecer batendo. N&atilde;o planejei estrategicamente ser um influenciador. Tenho hoje 8.379 seguidores no Twitter e 1.774 amigos no Facebook, uma rede de mais de dez 1000 pessoas. N&atilde;o &eacute; tanto quanto uma celebridade, n&atilde;o &eacute; a m&eacute;dia das pessoas. Razo&aacute;vel, j&aacute; que n&atilde;o sou celebridade, e n&atilde;o estou na m&eacute;dia.</p>

<p style="clear:both;text-align: center &lt;strong&gt;&lt;cite&gt;Com algoritmos (uns endiabrados duendes digitais).&lt;/cite&gt;&lt;/strong&gt;&lt;/p&gt;&lt;p&gt;Como eu imagino que n&atilde;o estou na m&eacute;dia? Opera&ccedil;&atilde;o Que Conflito Pir&acirc;mide Financeira Que Utiliza Moeda Digital Prende 11 Pessoas me contou. Em segundos, ela analisa teu perfil no Twitter, e diz quem s&atilde;o seus seguidores. Com algoritmos (uns endiabrados duendes digitais). O relat&oacute;rio abaixo fiz hoje, entretanto diz respeito ao dia onze de novembro. O Schmap &eacute; impressionante, mas n&atilde;o entrega os detalhes do dia.&lt;/p&gt;
&lt;ul&gt; &lt;li&gt;&lt;span style=" font-weight:="" bold;="" vera="" moura<="" pan=""> alegou </p>
<li>quatro A escolha do ponto para a franquia</li>
<li>Quais s&atilde;o todos os meios dispon&iacute;veis na web pra oferecer e divulgar o seu neg&oacute;cio</li>
<li>Tenha um website</li>
<li>Abrir uma loja</li>

<p>Tem limite para tudo. 91,2% est&atilde;o no Brasil, 4,2% nos EUA 53,9% em S&atilde;o Paulo, 10,4% no Rio 57,8% homens 69,1% falam ingl&ecirc;s 39,5% twitam de uma a 5 vezes por dia. E por a&iacute; vai, at&eacute; surgir em cientistas e modelos (oito de cada!). Faria sentido que no Facebook o perfil dos amigos meus seja igual, quem sabe com presen&ccedil;a ainda maior de jornalistas e profissionais de intercomunica&ccedil;&atilde;o em geral, pelo motivo de, claro, &eacute; isso que eu fa&ccedil;o. E tem cabimento idealizar que os meus leitores fi&eacute;is do website sejam at&eacute; mais influenciadores.</p>

<p>N&atilde;o sou colunista de fofocas da Tv, futebol, inova&ccedil;&atilde;o ou finan&ccedil;as pessoais. Ningu&eacute;m sabe se no dia seguinte vou publicar a respeito uma m&uacute;sica, a padaria da esquina, ou a instabilidade do capitalismo. Fica penoso conservar fidelidade a um cara que atira pra todo lado, dia sim dia n&atilde;o. 5 &aacute;reas Quentes Pra Investir Em 2018 foi o que aconteceu. Talvez seja visto que eu mantenho todo dia ao menos uma coisa: a aplica&ccedil;&atilde;o de n&atilde;o publicar nada que voc&ecirc; possa ler em outro lugar. Minha situa&ccedil;&atilde;o ilustra perfeitamente a nova express&atilde;o chave dos te&oacute;ricos da internet.</p>

<p>O cora&ccedil;&atilde;o da nova exist&ecirc;ncia digital n&atilde;o &eacute; o Facebook, o Twitter, o Flickr, o Linkedin, o Orkut, o YouTube, o seu blog ou suas mensagens de texto ou seus emails: VOC&Ecirc; &eacute; a plataforma. Assim, no momento em que eu tenho algo a manifestar, minha voz chega distanciado. Visto que as pessoas com quem me relaciono pela internet bem como t&ecirc;m algo a expressar, e juntas nossas vozes falam muito alto.</p>

<p>Tudo isto para defender uns moleques irrespons&aacute;veis? N&atilde;o. N&atilde;o me importa o que eles defendiam e eles n&atilde;o devem da minha defesa. O outro lado &eacute; que precisa de ataque. Governantes que fazem uso cinicamente nossa aus&ecirc;ncia de seguran&ccedil;a, nossos preconceitos e nossa ignor&acirc;ncia pra posarem de mach&otilde;es, disciplinadores e protetores da popula&ccedil;&atilde;o, precisam ser enfrentados ou, no m&iacute;nimo, avacalhados. O texto de Paulo Moreira Leite, ontem, no blog da &Eacute;poca, revela que durante o dia, mudou a postura do governador Geraldo Alckmin quanto aos estudantes da USP. De manh&atilde; cedo, na hora da reintegra&ccedil;&atilde;o, os delegados pegavam leve.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License